Warning: session_start() [function.session-start]: open(/var/lib/php-cgi/session/sess_924khmv21j72tfg6kt5csr73n0, O_RDWR) failed: No such file or directory (2) in /home/storage/8/5a/d8/restaurantexiquexiqu/public_html/wp-content/plugins/simple-session-support/simple-session-support.php on line 40
Xique Xique

Notícias Leia as novidades do Xique Xique

15/10/2013

Rubem é o rei da carne em Brasília

Qual o nordestino que, distante da sua terra natal, nunca sentiu falta de uma carne de sol com feijão verde, paçoca, macaxeira cozida, arroz branco, cheiro verde e farofa, todos regados com muita manteiga do sertão? O que fazer então para matar toda essa vontade, quando, além da saudade da família e dos temperos, se está longe do mar? Quem, em situação semelhante, nunca sonhou com um prato como o acima descrito que atire a primeira pedra.

O norte-rio-grandense natural de Caicó, Rubem Pereira de Lucena, mora em Brasília há 36 anos e conta que já sentiu isso na pele – ou melhor, no estômago. Depois de nove anos de abstinência da comida tipicamente nordestina Rubem cansou de reclamar de barriga vazia e abriu o restaurante Xique-Xique. Especializado em comida nordestina e eleito pelos leitores do jornal candango Correio Braziliense, com 41% dos votos, “o que serve a melhor carne de sol de Brasília”. A votação foi realizada através do site do jornal e era aberta aos assinantes do Correio.

Quando trocou o Rio Grande do Norte por Brasília, em 1970, Rubem não imaginava que a saudade da comidinha o transformaria no dono de um dos restaurantes mais conhecidos da capital do país. A intenção de Rubem e do seu irmão mais velho quando deixaram Caicó era concluir o segundo grau, entrar na universidade e melhorar de vida. As metas iniciais foram cumpridas e agora, o xique-xique de Rubem, se equipara com os exemplares da espécie nativa do semi-árido: suculento e extremamente rico em água, da qual até o fruto é comestível.

O sucesso do restaurante vem de muito tempo. Em 1980, apenas um ano depois de inaugurar o primeiro restaurante, Rubem comprou o ponto deixado por um restaurante francês na Asa Sul de Brasília e abriu o segundo Xique- Xique. Esse último chegou a abrir o cardápio para os clientes que preferem peixe, frango ou outro tipo de carne mas, os pedidos não se equiparam com os da já famosa carne de sol, que chega a 80% do total. Se até agora o leitor estiver imaginando que o Xique-Xique é um oásis para os nordestinos que moram ou visitam a capital federal, pode parar. Segundo Rubem a maioria dos clientes não é nordestina, “eles são daqui de Brasília, de outros estados do Brasil e muitas vezes de fora do país”, enfatiza.

O caicoense de 55 anos conta com orgulho que no restaurante da “Asa Sul, por exemplo, temos 300 lugares. No almoço de sábado e de domingo, todas as cadeiras estão sempre ocupadas”. Ele conta ainda que entre seus clientes estão deputados, senadores, ministros e até o Presidente da Repúbica, Luís Inácio Lula da Silva, já passou por lá para provar um pedacinho da famosa carne de Caicó. Para ele esse sucesso nada mais é que, o reconhecimento do esforço dele e de todos os funcionários do restaurante, que trabalham de segunda a domingo, por mais de 16 horas ao dia.

Durante um mês são servidos 300 quilos de carne de sol, todos preparados à moda nordestina. “Desde que criamos o restaurante, fazemos a nossa carne. A preocupação com a qualidade é o nosso forte”, diz. A continuação do segredo do sucesso é sobre a preparação da carne que necessita de pelo menos 36 horas de descanso para a peça de coxão mole ficar bem curtida no sal. Rubem conta que no início os cozinheiros eram de Caicó mas hoje em dia, esse trabalho já foi ensinado aos outros. Além de matar as saudades da comida, o nordestino que for ao Xique-Xique, pode matar as saudades de ouvir o sotaque do nordeste já que, segundo Rubem, muita gente de Caicó trabalha no restaurante.

Depois de tanto tempo na capital federal, Rubem Lucena não tem planos de voltar à Natal até porque, segundo ele mesmo, de três em três meses “visito o Rio Grande do Norte”. Deve ser para não perder o sotaque. Feliz com o caminho que sua vida está seguindo, Rubem Lucena diz que deve todos os créditos desta história de sucesso à sua esposa, Maria do Céu, nordestina que assim corno Rubem mudou-se

Fonte: Diário de Natal


Warning: Unknown: open(/var/lib/php-cgi/session/sess_924khmv21j72tfg6kt5csr73n0, O_RDWR) failed: No such file or directory (2) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/var/lib/php-cgi/session) in Unknown on line 0